Emagrecimento saudável: qual o melhor caminho?

Emagrecimento. Uma palavra simples mas que é fonte de inúmeras polêmicas. “Coma isso”, “Não coma aquilo”, “Preste atenção nas calorias”, “Corte os carboidratos”. Quantas vezes escutamos diversos conselhos que são tão repetidos no cotidiano? Em meio a tantas afirmações diferentes, fica difícil saber exatamente qual caminho seguir.

A verdade é que sempre nos deparamos com o mesmo desafio: como perder peso sem abrir mão da saúde, sem que esse processo seja um grande tormento?

Seguindo algumas dicas essenciais de profissionais e pessoas que já passaram por essa situação, você verá que, sim, dá para fazer uma dieta eficaz, saudável e duradoura. Embora o mais importante seja: sem perder a alegria de viver! Antes de tudo, tome cuidado com métodos que prometem milagres. Pois muitos deles podem fazer você emagrecer, mas ao mesmo tempo podem comprometer a sua saúde. O verdadeiro emagrecimento não é uma “mágica”, e sim uma jornada. De disciplina, de força de vontade, de amor por nós mesmas. Então, não acredite em dietas milagrosas que levam a uma perda de peso em apenas alguns dias.

Além disso, é importante não começar uma dieta por conta própria, sem nenhuma orientação ou planejamento. Tenha sempre em mente que dieta é um assunto muito sério e exige cuidados específicos!

Fani Pacheco e o emagrecimento

Fani Pacheco em sua melhor forma

A ex-BBB Fani Pacheco depois de se assumir plus size ao engordar 18 kg, passou nos últimos meses por um importante processo de emagrecimento e revelou que sua dieta foi programada de forma individualizada, praticamente moldada ao seu corpo. Mas nesse caso ela adotou uma dieta low carb, com baixa quantidade de carboidratos em que são permitidos carboidratos complexos (batata doce, arroz integral, aveia, grão de bico…), frutas, ovos, peixes, carnes magras e gorduras boas (azeite, oleaginosas), sendo todas as quantidades calculadas de acordo com sua taxa metabólica basal.

Mas lembre-se: uma dieta com X calorias por dia não necessariamente servirá para todo mundo; é essencial procurar o acompanhamento de um profissional da área! Sabemos que esse papo já é velho, mas não tem jeito: para um emagrecimento saudável, é preciso aliar a dieta aos exercícios. Por mais avessas que sejamos à eles, precisamos criar gosto por algum tipo de atividade física, seja ela qual for. Cá entre nós, não dá para fugir disso…

Então a regra é exatamente a mesma da dieta: os exercícios devem ser adaptados ao seu condicionamento físico. Entretanto, é necessário que o treino seja feito da maneira saudável e eficiente para cada organismo. No entanto, o endocrinologista Paulo Rosenbaum, médico do Hospital Albert Einstein, ressalta que a musculação é bem-vinda na maioria dos casos, já que, além de criar músculos ajuda a diminuir a massa magra e ajuda a acelerar o metabolismo.

Porém, ter sempre em mente a sua meta é outro ponto que pode guiar você para uma dieta feliz. Pois parece simples, não é? Mas para mudar de hábito, é preciso ter um objetivo muito bem definido, seja ele estético ou de saúde.

Emagrecimento saudável: qual o melhor caminho?
Emagrecimento saudável: qual o melhor caminho?

No caso da Fani Pacheco, a saúde se tornou uma prioridade, já que a modelo estava prestes a ficar diabética. Ou seja, nem sempre é questão de nos aceitarmos ou não com alguns quilos a mais – afinal, não existe padrão de beleza. Muitas vezes o que está em jogo é a sua própria vida (por mais dramático que isso soe é real…).

Não seja radical!

Mas para uma dieta dar certo a longo prazo, você não pode ser radical. Isto é, se privar de tudo o que você gosta; ou se obrigar a comer alimentos que você detesta. Que o diga Fani Pacheco: “Tinha algumas partes da dieta que a nutricionista passava algumas oleaginosas, negócio de castanha, pistache. Eu não gosto disso! Eu não queria saber desses negócios! Essa comida é ruim! Quero comer coisa boa.”

Porém, no final das contas, Fani acabou fazendo uma adaptação para o lanche da tarde: ao invés de oleaginosas, bolachas de arroz com pasta de amendoim ou cacau. É a prova de que dieta não deve ser sinônimo de sofrimento.

Varie o cardápio, permita-se sair da dieta de vez em quando, e leve tão à sério o seu descanso quanto a rotina de exercícios e alimentação. Segundo Marina Weisshaupt, master coach do Instuto Lerner – focado em medicina e estilo de vida -, o descanso do corpo permite a sua recuperação e o aumento do tecido magro. “Uma boa noite de sono é fundamental para equilibrar alguns hormônios que controlam nosso metabolismo”, afirma ela.

Em suma, a busca pelo emagrecimento é, ao mesmo tempo, uma busca pela harmonia. Então, se conseguirmos unir nossa vontade de emagrecer com nossa persistência, essência e alegria de viver, não há dúvida: estaremos no caminho certo!

Você leitora Com Sensual, já passou por essa experiência? Conhece alguém que está passando por uma dieta low carb e obteve resultados? Conta pra gente!!!

LEIA MAIS: CURVAS COM BOSSA, SER PLUS SIZE NÃO DEVE SER TABU

deixe o seu comentário