Seu negócio de moda é tradicional? Quer criar, produzir e vender sua coleção sustentável?

MODA COM PROPÓSITO

“Somos pela moda da preservação do meio ambiente e dos direitos humanos”.

Sustentabilidade significa a capacidade de criar meios para suprir as necessidades básicas do presente sem que isso afete as gerações futuras.  Para tanto são necessárias ações econômicas, sociais, culturais e ambientais.

Aquilo tudo que se propõe a conter a “sustentabilidade” tem a qualidade ou propriedade do que é sustentável, do que é necessário à conservação da vida.

Este assunto vem ganhando cada vez mais destaque no mundo inteiro, já que os impactos das atividades humanas vêm exigindo a transformação dos nossos hábitos pela conservação da vida e da saúde dos seres humanos e do planeta.

1.INTRODUÇÃO

Pela exigência das tendências de comportamento do mercado, as empresas de vários segmentos estão cada vez mais adotando condutas sustentáveis.

Entretanto, vamos tratar aqui, principalmente, sobre as marcas de moda, além de sua forma de comércio. Até mesmo porque a moda é das maiores responsáveis globais nessa dramática história e para isso vem buscando soluções para amenizar seus impactos onde for possível.

Nesse conjunto de artigos vamos apresentar a moda sustentável e ainda o que mais importa para os negócios e para o planeta: como, por aqui, a moda tradicional pode inovar de forma gradual para atender as exigências dos novos tempos e das novas gerações.

Então, vamos ainda incluir como a questão do design atua neste segmento, já que é um elemento chave para que a moda venha a se tornar mais sustentável.

Por outro lado, é preciso realizar métodos de produção pela preservação ambiental, incluindo os principais atores envolvidos no processo, além de sua forma de comercialização.

Portanto, design é aspecto que traz a essência do produto, junto aos profissionais envolvidos na criação.

Cada vez mais a moda vem exercendo seu protagonismo de responsabilidade socioambiental e por isso no tratamento da sustentabilidade mundial.

Contudo, já existem propostas concretas de soluções para que uma verdadeira revolução na moda através da união dos seus atores, possa acontecer de uma maneira mais eficiente.

Assim sendo, nesse conjunto de artigos reunimos informações sobre as relações entre e Moda e os princípios da Sustentabilidade.

Apresentaremos  ainda uma série de dados, propondo uma maior contextualização do assunto e reflexões no que tange nosso estilo de vida, nossos hábitos de consumo e nossos modelos de negócios.

Portanto, num mundo cada vez mais conectado, a moda ganhou força e conquistou espaço na vida das pessoas.

Agora estamos cheios de produtos e sempre queremos mais. Nos últimos anos, porém, essa ansiedade gerada pelo consumismo tem deixado a sociedade e o meio ambiente esgotados, e a promessa de que a compra traz felicidade não vale mais.

No entanto, muitas marcas continuam buscando o lucro através da produção desenfreada.

O Chile é o maior importador de roupas usadas da América Latina. Há quase 40 anos existe um sólido comércio de ‘roupas americanas’ em lojas de todo o país, que se abastecem com fardos comprados pela zona franca do norte do país dos Estados Unidos, Canadá, Europa e Ásia / Martin Bernetti / AFP – 24.9.2021

Você sabia que o setor de moda é responsável por 20% do total de desperdício de água e por 8% dos gases de efeito estufa global?

Sendo a segunda indústria mais poluente do planeta, atrás apenas do setor petrolífero? E que ainda 30% da viscose é de árvores de florestas nativas ameaçadas de extinção?

E quanto ao desrespeito aos direitos humanos! Que moda é essa? Que mundo é esse?

O movimento Fashion Revolution, foi criado após o desabamento do edifício Rana Plaza, em Bangladesh. A tragédia ocorreu no dia 24 de abril de 2013 e matou 1.134 trabalhadores de uma confecção, além de deixar mais de 2.500 feridos. As vítimas trabalhavam em condições análogas à escravidão para grandes marcas.

Por meio da campanha #QuemFezMinhasRoupas, o movimento também tenta trazer conscientização sobre o impacto da indústria da moda em todas as fases do processo de produção e consumo dos produtos.

“O Fashion Revolution promete ser uma das poucas campanhas verdadeiramente globais a surgir neste século”, diz Lola Young, criadora do Grupo Parlamentar de Todos os Partidos sobre Ética e Sustentabilidade na Moda no Reino Unido.
Lucy Siegle é jornalista e escritora britânica sobre questões ambientais

Desrespeito aos direitos humanos, à desigualdade de gênero e a degradação ambiental continuam sendo frequentes na indústria global da moda. Pesquisas apontam que as peças de vestuário estão entre os itens em maior risco de serem produzidos por meio da escravidão moderna. Tais contradições precisam nortear as atuais marcas de moda com propósito.

Mirando muito além da venda e do marketing, é necessário que possamos entender valores como: sustentabilidade, comércio justo, consciência social e cultural, com o intuito de inovar e empreender com sucesso.

Assim, como é preciso aprender a viver com menos (como as mais novas gerações estão adotando o minimalismo) e pensar nas consequências de se buscar sempre o melhor custo benefício refletindo no impacto ecossocial de cada ação – e isso vale também para os consumidores que precisam ser vistos como usuários.

Afinal, com informações atualizadas a cada segundo, não basta simplesmente trabalhar por dinheiro. É preciso, acima de tudo, buscar esse novo olhar, para se viver e conquistar com propósito.


Palavras-chave: Moda. Sustentabilidade. Design.


AGUARDEM: EM BREVE AS DEMAIS PAUTAS, CONFORME OS SUBTÍTULOS NO ÍNDICE ABAIXO:


1. INTRODUÇÃO (disponível acima)
2. MODA E SUSTENTABILIDADE
3. MARCAS SUSTENTÁVEIS NA MODA
4. PRODUÇÃO SUSTENTÁVEL NA MODA
5. DESIGN SUSTENTÁVEL NA MODA
6. CONCLUSÃO / SOLUÇÕES VIÁVEIS

 


Vista uma causa e se embeleze com propósito. 

Curte o conteúdo da Com Sensual?

Comente e compartilhe!

Participe da nossa causa #AmantesDaNaturezaDeModaeBeleza.

deixe o seu comentário

UM LANÇAMENTO ESPECIAL
DA NOSSA LOJA COM SENSUAL.


Não esqueça de nos acompanhar nas redes sociais

Email

Nome

Sobrenome

Todos os campos são obrigatórios